RUMO; CAMINHOS

4 ÓRBITAS DE LUA

quarta-feira, novembro 18, 2015Teresa Varela




Há 4 órbitas de Lua, encontrei o meu caminho...ou, talvez, caminhos...
Há muito, procurava encontrar, dentro de mim, o rumo que queria dar à minha vida. Essa busca levou-me, por diversas vezes, a voltar a estudar, fazendo cursos, formações e pós-graduações, em diferentes áreas, e, mais recentemente, à criação de uma Plataforma de Comunicação online, entre muitas outras coisas de menor importância ou envergadura.
Embora todas essas experiências tivessem sido enriquecedoras e me tivessem aberto novas perspetivas, nenhuma delas se revelou como o fator decisivo para encontrar esse caminho e rumo.
Há 4 órbitas de Lua, encontrei o meu caminho...ou serão caminhos...
Nunca sabemos o que a vida nos reserva, mas temos obrigação de lutar pelos nossos sonhos e pela nossa felicidade. Sabendo, à partida, que haverá sempre dias cinzentos e negros, mas que noutros o sol brilhará.
E hoje o sol brilha, um hoje que é enquanto durar, o sol brilha, ainda que neste momento seja de noite.
Recordo uma anedota, que conta a história de um homem que vivia numa terra onde se deu uma enorme cheia. À medida que a situação se agravava, os habitantes foram-se indo embora, primeiro a pé ou de carro, depois de barco e finalmente, para os mais renitentes, só era possível sair dali de helicóptero. No entanto, o homem sempre que o chamavam, para se ir embora, recusava, dizendo: - Eu não vou. Deus há-de salvar-me.
Então, quando a única forma de sair dali era de helicóptero e, mesmo assim, o homem se recusou a partir, ouviu-se um violento estrondo no céu e a voz de Deus atroou os céus e a Terra, perguntando ao homem: - Diz-me como queres que te salve, se já te mandei carros, barcos e até um helicóptero, e tu recusaste todos? 

Pois é, independentemente das surpresas e dos momentos maus que a vida nos reserva, nunca nos poderemos "salvar" - alcançar os nossos objetivos - se não fizermos nada por isso.
Há pouco mais de uma semana, quase, quase, na Lua Nova, decidi voltar aos meus blogs, mas, agora que a Lua, em quarto crescente, caminha para a Lua Cheia, compreendi que se quero mesmo dedicar-me, para tentar alcançar os meus objetivos, preciso de me focar neles.
Três blogs distintos que requerem a minha atenção e o meu tempo, dispersam-me e não permitem que me foque. Pelo que irei concentrar toda a minha atividade, como blogger, apenas neste, "Caminhos & Labirintos", afinal é o mais velhinho e, no início, a minha ideia era que ele concentrasse todos os assuntos por que me interesso.
Irei manter os outros blogs ativos, Círculo da Força e Projeções de um Perfil Fugidio, porque sei que alguns dos meus visitantes, gostam de reler alguns dos artigos que lá publiquei, mas, nestes próximos dias, escreverei neles um último artigo. Será a minha despedida, mas não um adeus, pois todos me poderão encontrar sempre por aqui.


A vida é cheia de imprevistos, problemas e desafios, mas está, também, repleta de alegrias e possibilidades. 
É arriscado viver. É arriscado tentar cumprir os nossos sonhos e objetivos. Mas, se não tivermos a coragem de correr riscos, dificilmente poderemos chamar "Viver" à nossa passagem por este mundo.

Também poderá gostar de ver

0 comentários

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+